Com vitória no sábado e bons pontos no domingo, Collet sai de Teretonga Park com saldo positivo

Brasileiro é o terceiro maior pontuador na segunda etapa da Toyota Racing Series e sobe para a sétima colocação na classificação geral do campeonato, que conta com 19 pilotos

O brasileiro Caio Collet completou neste domingo (26) a segunda rodada tripla da Toyota Racing Series, na Nova Zelândia, e o saldo foi positivo. O jovem piloto de 17 anos, que integra o Renault Sport Academy, saiu da pista de Teretonga Park com uma vitória no sábado (25) e um oitavo e um quinto lugares neste domingo, encerrando a etapa como o terceiro maior pontuador

Após a bela vitória na corrida 1, onde também registrou a volta mais rápida, Collet teve de partir da oitava posição na corrida 2, que teve o grid reverso para os oito primeiros na disputa inicial. Em uma pista de apenas 2,57 km de extensão, o piloto já sabia que seria difícil negociar ultrapassagens.

A corrida já começou com a entrada do Safety Car, após um dos pilotos escapar e parar na brita. Foram várias voltas com o carro de segurança, até sua saída, faltando 14 voltas para o final. Os primeiros colocados ficaram muito próximos durante toda a disputa, mas a pista estreita dificultou a briga por colocações e Collet completou a corrida na mesma posição de largada.

Para a corrida 3, os pilotos participaram de um novo treino classificatório e Collet finalizou na sétima posição.

Novamente, os competidores ficaram bem próximos no início da prova, buscando espaço para uma possível ultrapassagem. E, com duas belas manobras, Collet subiu para sexto e depois quinto lugar, cruzando a linha de chegada no Top-5.

Com os resultados, o brasileiro subiu para o sétimo lugar na classificação geral, somando o total de 65 pontos na etapa. O líder Liam Lawson foi quem mais somou pontos em Teretonga (71), seguido pelo vice-líder Igor Fraga (68).

“No geral, foi um fim de semana positivo e fui o terceiro maior pontuador da etapa”, observou Collet, que disputa pela primeira vez a competição neozelandesa, correndo com o carro #23 da equipe mtec Motorsport.

“Sábado foi excelente, não poderia ser melhor e fiquei muito feliz”, lembrou. “Acho que o fim de semana acabou sendo um pouco prejudicado pela nossa performance no classificatório para a corrida 3. Não conseguimos maximiza-la e isso custou um bom resultado na última prova”, comentou.

“Aqui é bem difícil de ultrapassar, então, na segunda corrida, a gente optou por poupar um pouco e usar os pneus da primeira prova, para tentar ir com tudo para a terceira corrida. Mas, largando de sétimo, a quinta posição foi o máximo que conseguimos”, continuou Collet.

“Agora vamos analisar tudo, trabalhar para melhorar principalmente no classificatório, porque isso é crucial nas corridas aqui. Mas, acredito que depois das dificuldades da primeira etapa, saímos daqui com um saldo bem positivo e isso nos dará ainda mais forças para a etapa da semana que vem”, finalizou o brasileiro.

No fim de semana que vem (1 e 2 de fevereiro), a terceira rodada tripla da Toyota Racing Series será realizada na pista de Hampton Downs Motorsport Park, em Waikato.

Dezenove pilotos disputaram a segunda etapa da principal competição de monopostos da Nova Zelândia e que está sendo muito importante para Collet nesta pré-temporada em que o piloto se prepara para correr pelo segundo ano na Fórmula Renault Eurocup, onde foi o melhor estreante em 2019, com 10 vitórias entre os novatos.

No total, a Toyota Racing Series terá cinco finais de semana seguidos de disputas, sempre em rodada tripla. Os chassis e pneus da categoria são os mesmos utilizados na Fórmula Renault Eurocup: FIA F3 Tatuus e pneus Hankook.