Felipe Nasr e Pipo Derani defendem liderança em Mid-Ohio em busca de novos pódios

Rápidos, mas sem muita sorte na disputa da terceira etapa, no mês passado, em Long Beach, os brasileiros Felipe Nasr e Pipo Derani voltam à pista neste final de semana para a quarta prova da temporada 2019 do IMSA WeatherTech SportsCar Championship em Mid-Ohio (EUA).

O objetivo da dupla do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R, da equipe Action Express Racing, é tentar voltar ao alto do pódio para manter a liderança isolada da competição. Este ano, já foram dois pódios: o segundo lugar nas 24 Horas de Daytona e a vitória nas 12 Horas de Sebring.

Em Long Beach, Nasr largou em segundo e logo assumiu a ponta, liderando 17 voltas e abrindo uma vantagem de cinco segundos antes de uma bandeira amarela na metade da corrida. Mas a chance de brigar pela vitória terminou logo após sua parada, quando Derani assumiu o comando do carro e uma roda se soltou após o pit stop. Mesmo assim, a equipe fez um grande trabalho de recuperação e eles terminaram em sexto lugar, garantindo os pontos que deram a liderança isolada da temporada, com 92 pontos.

O carro dos brasileiros era tão veloz, que Nasr fez a melhor volta durante o seu stint e Derani continuou no mesmo ritmo e, com a volta em 1min11s932, estabeleceu um novo recorde para o IMSA em Long Beach.

“Tivemos uma corrida difícil em Long Beach, mas o carro estava rápido”, declarou Nasr. “Estávamos prontos para a vitória, mas corridas são sempre cheias de surpresas. Ainda estamos na liderança e queremos continuar na frente depois de Mid-Ohio”, continuou o brasiliense.

No ano passado, o IMSA disputou sua primeira prova em Mid-Ohio. Nasr ficou em oitavo, terminando uma posição à frente do novo companheiro, Derani, que também correu no circuito pela primeira vez em 2018.

“É uma pista muito diferente de Long Beach, é um circuito com algumas curvas rápidas, mas também há alguns pontos onde você passa bem perto do muro”, lembrou Derani. “Também é uma pista menos exigente do que as três primeiras do ano, mas sempre há um desafio por não ter aderência. Então este será o nosso foco”, destacou.

Apesar deste desafio, Nasr gosta do traçado de 13 curvas e 2.258 milhas (aproximadamente 3,6 km). “Mid-Ohio é fantástica. É prazerosa de pilotar, mas tem pouca aderência, o que significa que é complicado encontrar um bom equilíbrio entre a aderência aerodinâmica nos setores rápidos e a aderência mecânica nos setores lentos”, disse.

Nasr também explicou que a escolha do piloto que irá fazer a classificação do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R faz parte da estratégia da equipe. “Decidimos a cada corrida se será o Pipo ou eu quem vai começar a prova como parte da estratégia. A boa parte de fazer a classificação é que você tem que levar o carro ao limite. Como piloto, é um ótimo lugar para estar”, completou.

Depois de duas corridas longas e uma prova de apenas 1h40 em Long Beach, os pilotos terão em Mid-Ohio 2h40 de disputas. “Queremos continuar nesta briga pelo campeonato e sabemos que a competição será muito apertada de novo neste fim de semana, como sempre é no IMSA”, ressaltou Derani.

Além dos brasileiros, a equipe Action Express Racing também estará na disputa com o #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R dos portugueses João Barbosa e Filipe Albuquerque. A dupla vem embalada pela vitória em Long Beach. Eles ocupam a terceira colocação na temporada, três pontos atrás de Derani e Nasr.

Os treinos em Mid-Ohio terão início na sexta-feira (3). No sábado (4), o classificatório acontecerá às 13h30 (de Brasília). No domingo, a prova terá sua largada às 14h40.