Piquet aposta em corrida de mais gerenciamento e menos estratégia no México

Primeiro campeão do mundo da Fórmula E sugere que pista mexicana não deve proporcionar longos períodos de safety-car

Depois de três vencedores diferentes, representando três times diferentes nas três primeiras corridas da temporada 5, a FIA Fórmula E encerra sua turnê latino-americana neste sábado na Cidade do México. E o brasiliense Nelson Piquet Jr, primeiro campeão mundial com os carros elétricos acredita em uma prova de “mais gerenciamento que estratégia” no comparativo com as outras corridas do calendário. A prova tem largada prevista para 20h deste sábado.

O competidor do carro #3 da Panasonic Jaguar Racing percorreu todas as voltas de todas as corridas da temporada e sustenta que seu objetivo na capital mexicana é permanecer entre os dez mais rápidos desde o primeiro treino livre.

Nos últimos dias, além dos testes regulares no simulador do time, Piquet realizou preparação física específica nas dependências do Formula Medicine –centro de treinamento especializado em esporte a motor na Itália.

O traçado de 2.093 m montado no Autódromo Hermano Rodriguez tem como destaque o “estádio” no Foro Sol. É nesta seção do circuito que estará posicionado a área de ativação do “Attack Mode”, trecho pelo qual cada competidor é obrigado a passar duas vezes durante a prova para ter direito a potência adicional em seu carro.

Os canais Fox Sports exibem ao vivo a corrida, que terá quatro brasileiros entre os 22 competidores do grid.

 

O que disse Nelsinho Piquet:

Temos que ir bem no México. É um fim de semana em que temos que concentrar e acertar tudo, desde os treinos, tomada e a prova. Objetivo é ficar sempre entre os dez para marcar bons pontos e realmente se tudo der certo e tirarmos todo potencial do carro brigar pelo pódio.

Acho que a característica da pista do México, num autódromo permanente, tem, teoricamente, menos chance de safety-car que nas pistas de rua. Isso promete uma prova de mais eficiência e menos estratégia -um pouco diferente das primeiras, onde a estratégia pesou mais.